Os Transgênicos Já Estão nas Nossas Mesas?

11

Sabia que os transgênicos já estão nas nossas mesas?

Transgênico é qualquer organismo vivo que foi geneticamente modificado (OGM – Organismo Geneticamente Modificado) em laboratório para alterar alguma característica. Saiba mais lendo o artigo Os Transgênicos Já Estão nas Nossas Mesas?

Na União Europeia todos os legumes, frutas e verduras transgênicos são proibidos para consumo (exceto um tipo de batata, que recentemente foi autorizado, pela Comissão Europeia, a ser desenvolvido e comercializado).

Nos Estados Unidos, eles são liberados e não necessitam da rotulação obrigatória.

No Brasil  a lei obriga a  ter o T no rótulo e a ter especificado o gemem.

Outras informações: Entenda mais sobre os Alimentos Transgênicos

Os Transgênicos Já Estão nas Nossas Mesas?Os Transgênicos Já Estão nas Nossas Mesas?

Os Transgênicos Já Estão nas Nossas Mesas?

Segundo a própria Monsanto, mais de 2 bilhões de pessoas no mundo inteiro já consomem alimentos transgênicos desde o ano 2000, mas ainda não se sabe muito bem qual a distribuição deles pelo mundo. O que se sabe é que eles já entraram no Brasil há alguns anos.

Foi publicado recentemente que pela primeira vez, os transgênicos ocupam mais de 50% da área plantada no Brasil.

Até aqui parece tudo certo mas…  a polêmica começa quando entidades importantes como o Greenpeace e o Instituto Akatu, bem reconhecidos por defenderem o nosso meio ambiente, levantaram as seguintes  questões e que estão sem respostas:

  • Alterar um gene da planta pode refletir não só naquela planta, pode acontecer o imprevisto...
  • Como serão as futuras gerações dos transgênicos e que problemas genéticos irreversíveis nos trarão?
    Uma pesquisa do Centro de Ecologia e Hidrologia do Reino Unido já mostrou, por exemplo, que onde existe a produção das plantas transgênicas nascem menos plantas naturais, há menos abelhas e borboletas. Sinal nada bom para o meio ambiente.
  • Plantas “super-resistentes”, não geram pragas “super-resistentes”?
    Plantas transgênicas que resistentes a pragas podem ser gatilho para pragas mais resistentes que sobrevivam e gerem outras mais fortes ainda, exigindo megadoses de agrotóxicos.
  • Os transgênicos causam alergias? 
    O Instituto Akatu afirma que já existem estudos internacionais sobre as novas alergias que começaram a aparecer por causa do consumo de alimentos transgênicos;
  • O uso de transgênicos por enquanto não diminuiu o consumo de agrotóxicos.
10 Produtos que já estão aprovados para ser consumidos
Milho
  • Cerca de 85% do milho produzido nos Estados Unidos e no Brasil são variedades transgênica.
  • Já foram autorizadas pelo CTNBio, órgão do Ministério da Ciência e Tecnologia que aprova os pedidos de comercialização de OGMs 18 variantes de milho geneticamente modificado.
  • São de origem transgênica o milho de espiga, dos flocos e o milho em lata que você encontra nos supermercados. Também os vários subprodutos como amido de milho, glucose de milho usados em alimentos processados como: salgadinhos, bolos, doces, biscoitos e sobremesas, o que obrigam o fabricante a rotular o produto com o T.
Óleos de cozinha
  • Os campeões dos organismos geneticamente modificados são a soja, o milho e o algodão, entende-se que no refino o DNA transgênico é destruído no refino.
  • Estes óleos são comercializado no Brasil e UE em embalagens rotuladas.
Soja
  • No Brasil, a soja transgênica ocupa quase um terço de toda a área dedicada à agricultura.
  • A soja transgênica é principalmente matéria prima para ração animal, no consumo humano é utilizado principalmente como óleo.
  • Mas há ainda o leite de soja, tofu, bebidas de frutas e soja e a pasta misso, todos podem ter proteínas transgênicas.
Mamão Papaya
  • Esta variedade não é vendida no Brasil nem na UE, é produzida no Havaí, Flórida e Califórnia e é vendida nos Estados Unidos e Canadá.
Queijo
  • Tradicionalmente a quirosina, uma enzima utilizada na coagulação do leite era extraída do estomago de cabritos, hoje é utilizada uma enzima que é pioneira entre os produtos gerados OGMs e está no mercado desde 1990.
  • Mas a enzima é eliminada do produto final, assim o queijo não possui a rotulagem obrigatória.
Pão, bolos e biscoitos
  • Os cereais tradicionais trigo e centeio, continuam sendo plantados de forma convencional e não há variedades geneticamente modificadas em vista.
  • Mas vários ingredientes usados em pão e bolos vêm da soja, como farinha, óleo e lecitina. Outros componentes podem derivar de milho transgênico, como glucose e amido de milho.
  • Ainda temos aditivos que podem ter-se originado de micro-organismos modificados, como ácido ascórbico, enzimas e glutamato.
  • Se tiver mais de 1% de elemento transgênico no produto final tem que ser rotulado.
Abobrinha
  • São plantadas e comercializadas nos Estados Unidos e Canada.
  • Não são vendidas no Brasil e EU.
Arroz
  • Embora haja estudos de cientistas suíços e alemães, com testes em andamento mas não existe ainda previsão de inicio de plantio.
Feijão
  • Desenvolvido por uma instituição brasileira e preveem o plantio em 2014.
Salmão
  • Foi já aprovado no final de dezembro de 2013, pela agência que zela pela segurança alimentar nos Estados Unidos, a Food and Drug Administration (FDA) esperam começar a ser comercializado em 2014.

Os Transgênicos Já Estão nas Nossas Mesas?

Guloso & Saudável

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor digite o seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.