Cuidados na Higienização dos Alimentos

20

Sabe quais são os cuidados de higienização para consumir frutas e verduras in natura?

Os Cuidados na Higienização dos Alimentos, assim como na manipulação são fundamentais para controlar eventuais contaminações, evitando a formação de bactérias e problemas de intoxicação e doenças relacionadas ao consumo.

São geralmente causas de contaminação dos alimentos a falta de asseio (cuidados com a higiene), a exposição ao ambiente de alimentos já preparados e por fim instalações precárias e sem higiene.

Cuidados na Higienização dos AlimentosCuidados na Higienização dos Alimentos

A contaminação de alimentos e produtos alimentícios ocorre por diversos fatores, tais como: micro-organismos; agentes químicos; metais pesados; infestação parasitária; pesticidas; transporte inadequado; produto fora do prazo de validade.

Os principais meios para a contaminação são principalmente o homem, animais domésticos, insetos, pássaros, ratos, pescados, água contaminada, utensílios e matérias primas.

O homem pode representar um importante veículo de contaminação se não tomar os cuidados necessários. Saiba mais continuando a ler Cuidados na Higienização dos Alimentos!

O homem como agente de contaminação:
  • Intestino possui em média até 10 bilhões de bactérias por grama;
  • Saliva possui em média até 750 milhões de bactérias por ml;
  • Axilas possuem em média até 2,5 milhões de bactérias por cm²;
  • Couro cabeludo possui em média até 1,5 milhões de bactérias por cm²;
  • Mãos possuem em média até até 62.500 bactérias por poro.

Cuidados na Higienização dos Alimentos

Cuidados no consumo de alimentos em conserva

São assim considerados todos os alimentos armazenados em latas, potes de vidro imersos em um líquido chamado salmoura.

Na hora da compra
  • O aspecto da embalagem deve ser verificado com atenção, a lata não pode estar amassada, enferrujada ou estufada. No caso de embalagens de vidro, a tampa também não pode estar estufada.
  • Se a embalagem estiver enferrujada alerta-nos que o transporte e ou armazenamento dos produtos foram feitos em condições impróprias. O estufamento indica a produção de gás decorrente da alteração do produto por contaminação microbiológica ou química.
  • As embalagens amassadas certamente sofreram um choque mecânico, permitindo assim a entrada de ar que podem causar contaminação por micro-organismos. O choque mecânico pode provocar  uma reação do produto com a lata, tornando-o impróprio ao consumo.
A higienização
  • Todas as embalagens latas, potes de vidro, garrafas, embalagens plásticas, “tetra pack” (caixinha de leite), antes de se abrir devem ser sempre lavadas com detergente e água corrente.
  • As embalagens de conservas de milho, ervilha, azeitonas, feijão, seleta etc, vendidas desta maneira o conteúdo já estão pronto para o consumo, estes vegetais em conserva são esterilizados, o que garante que o alimento não causará nenhum dano à saúde do consumidor.
  • Não é recomendável lavá-los, pois pode haver a recontaminação dos alimentos pela água, caso ela esteja contaminada.
  • Mas todas as outras conservas são feitas à base de grande quantidade de aditivos químicos. Para eliminar os aditivos, é aconselhável deixar o alimento pelo menos dez minutos escorrendo na água.
  • Para o palmito em conserva, no entanto, a recomendação é diferente. De acordo com a Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, é necessário ferver por 15 minutos na própria salmoura ou em água antes de usá-lo na culinária. Essa medida evita o risco de contaminação das pessoas pela bactéria causadora da doença chamada Botulismo.
  • Enquanto estiverem com as embalagens fechadas, os alimentos enlatados devem ser conservados em locais cobertos, frescos e arejados. Depois de abertos, esses alimentos podem ficar na geladeira por até dois dias quando guardados imersos na salmoura em um recipiente com tampa, e nunca na lata.

Cuidados no consumo dos alimentos “in natura”

Na hora da compra
  • É necessário verificar a consistência, a textura e a cor do alimento. Por exemplo as folhas como alface e couve também merecem atenção, manchas amareladas e furos podem demonstrar que o produto está estragado.
  • No caso dos tomates, a presença do talo preserva o alimento por mais tempo e evita contaminações. Outra dica é não apertar os alimentos, porque isso degrada a fruta e ela estraga com mais rapidez.
Depois das compras
  • O cuidado com a limpeza dos alimentos também é fundamental para garantir um consumo saudável.
  • Mesmo frutas consumidas sem a casca, como a laranja ou a banana, por exemplo, devem ser lavadas em água corrente.
  • No caso das verduras, lavar folha por folha. Se necessário, utilizar uma bucha limpa e macia para legumes e frutas. Não passar sabão ou detergente.
A higienização
  • Os que serão consumidos crus e com casca também devem ficar de molho, ainda inteiros, numa solução de água sanitária: usar 1 colher de sopa de água  sanitária para 1 litro de água limpa; deixar por 15 minutos; escorrer.
  • Já os ovos só podem ser lavados imediatamente antes do uso.
  • As esponjas, escovinhas ou buchas utilizadas na cozinha devem ser trocadas assim que começarem a soltar fragmentos.
  • Após cada uso da esponja, devem lavar-se com água e sabão, deixar de molho em solução de água sanitária por 15 minutos, espremê-la bem (retirando o excesso de água) e guardá-la em um local seco (nunca sobre o sabão).
  • Os “paninhos de pia” também devem ser lavados e sanitizados diariamente e trocados periodicamente.

Também pode querer lerSaiba Como Higienizar as Verduras, Legumes e Frutas.

Cuidados na Higienização dos Alimentos

Guloso & Saudável

Salvar

Salvar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor digite o seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.