Na semana passada postamos a Viagem Gastronômica a Buenos Aires “parte 1” contando nossa aventura por Buenos Aires! Como muita gente pediu no post passado, hoje estamos a dar continuidade e contamos como organizamos a nossa visita para lá.

Tivemos o auxilio da CVC com folders, do google e a imprescindível ajuda da querida leitora Gisele Tonello, que é uma Paulista que reside e é apaixonada por Buenos Aires.

No nosso primeiro dia de passeio organizado pela CVC Argentina, fizemos um city tour de micro-ônibus. Passamos por alguns dos pontos turísticos da cidade como:

viagem-buenos-aires-parte2 (18)Floralis Generica

A embaixada do Brasil que está localizada em frente à Praça Carlos Pelegrini. O edifício era um dos palácios da burguesia portenha de início do século XX. O Cemitério da Recoleta (Cementerio de la Recoleta) que é o mais tradicional e está localizado no bairro do mesmo nome; a Floralis Generica, que é uma escultura metálica situada na Plaza de las Naciones Unidas, no bairro Recoleta e foi presenteada à cidade pelo arquiteto argentino Eduardo Catalano; o Teatro Colón, que é a principal Casa de Ópera de Buenos Aires; o belíssimo Palácio Barolo, que é um edifício de escritórios localizado na Avenida de Maio, no bairro de Monserrat, o Obelisco, que é um monumento histórico erguido na Praça da República, no cruzamento das avenidas Corrientes e 9 de julho, em comemoração ao quarto centenário da fundação da cidade.

Na Plaza de Mayo (Praça de Maio) fizemos uma curta parada onde tivemos oportunidade de conhecer a Casa Rosada que é a sede da presidência da República Argentina, fica em frente à Praça de Maio, no bairro de Monserrat e a Catedral Metropolitana de Buenos Aires é a principal igreja católica em Buenos Aires, capital da Argentina, a beleza da Catedral impressionou-nos tanto que voltamos e dedicamos algumas horas a conhecê-la detalhadamente, o Palacio Gobierno, hoje Prefeitura da Cidade de Buenos Aires, é o primeiro edifício na calçada norte da Avenida de Maio e está localizado ao lado da Plaza de Maio, com o Cabildo, no Bairro de Monserrat.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Passamos ainda por Puerto Madero (Porto Madeira) que é um bairro revitalizado  muito bonito e tornou-se nobre. Hoje, é um dos bairros mais modernos da cidade, sendo um centro financeiro e gastronômico da capital. Passamos também pela elegante Puente de la Mujer (Ponte da Mulher) que é uma obra do arquiteto espanhol Santiago Calatrava, mais precisamente no Dique 3 de Puerto Madero. A parada principal foi na Rua Caminito, localizada no coração do bairro de La Boca, na área conhecida como Vuelta de Rocha. O Caminito fica a cerca de 400 metros de La Bombonera, estádio do Club Atlético Boca Juniors. Compramos no Caminito algumas lembrancinhas.

Para nós, a última atividade do passeio foi o almoço em uma cafeteria histórica, o Cafe de los Angelitos, que fica na Av. Rivadavia 2100. Almoçamos o famoso bife de chourizo, que é um corte nobre da carne, retirado do miolo do contra filé. É uma carne macia, muito saborosa. Possui uma camada de gordura lateral que mantém a umidade natural da carne. Achei interessante que não tinha muito sal, mas, claro, eu tirei as gordurinhas rsrs. E também deixei passar as batatinhas fritas. A sobremesa foi um pudim com dulce de leche con crema batida (pudim doce de leite com creme de chantilly), (receita no link) o que me chamou atenção novamente foi a moderada quantidade de açúcar que tinha. No fim da refeição, fomos apresentados ao tango argentino, onde dançarinos se movem com uma velocidade, elegância e destreza incomparáveis. Depois escolheram algumas pessoas para dar uma pequena demonstração, (aula) de como dançar o tango. Gostamos bastante,  foi bem animado! risos

O passeio seguinte seria ir às compras, em locais pré-selecionados pelo guia. Não fomos, pois optamos em ir comprar uma bateria nova para a câmera fotográfica. Fizemos todo o percurso a pé, incluindo a volta ao hotel. Haja disposição! 🙂 Mas andar a pé por lá é tão agradável! Depois conto mais novidades!

 

Viagem Gastronômica a Buenos Aires “parte 2”

Guloso & Saudável

4 COMENTÁRIOS

  1. Ameeei o post!
    No post passado você falou sobre o quanto as pessoas andam longas distâncias a pé, acho isso sensacional também, da última vez que fomos eu e meu namorado, pegamos as bikes amarelas que o governo oferece, elas são de graça e as pessoas super usam para ir ao trabalho ou como meio de locomoção diário mesmo. Aqui no Brasil tem projetos parecidos mas parece que não pega muito ainda, tem que ser enraizado na cultura aos poucos, sou super fã dessas iniciativas.
    É engraçado como mesmo tendo uma overdose diária de doce de leite e muito glúten na alimentação, o fato de ainda preservarem a “comida de verdade” ou seja, o preparo artesanal com poucos industrializados faz com que a população no geral seja bem saudável. Isso prova que o mal da nossa era são é o excesso de alimentos industrializados que na minha opinião evidenciaram as alergias alimentares e não a lactose ou o glúten por si só.
    Ah você já foi ao Uruguai? Fui mês passado e a comida de lá é bem similar e sensacionalmente deliciosa, você ia amar, Vânia!

    Beijos,
    Victoria.

  2. Bom dia Vânia!
    Amo viajar, mesmo que seja através das viagens das amigas!
    Menina esse pudim deve ser tudo de bom, pois adoro doce de leite – nham, nham…
    Te desejo uma ótima semana.
    Bjim
    Léia

  3. De todos os monumentos que eu começo, esse das nações unidas é um dois meus favoritos.

    Ótima viagem e ótimo passeio por aí (que essa cidade é super!!!!)

    Beijos

Deixe uma resposta