Frituras são mais saborosas que assados, são também muito mais calóricas e contêm gorduras que fazem mal à saúde.

A verdade é que o consumo constante de frituras aumenta a pressão arterial, a obesidade, o acúmulo de gordura abdominal, a circunferência abdominal, a resistência à insulina entre outras doenças..., conheça Alguns Motivos Para Deixar de Consumir Frituras!

Fritura é a técnica culinária que consiste em preparar alimentos (peixe, carne ou legumes) mergulhando-os em óleo vegetal (ou outra gordura como banha de porco) a alta temperatura sendo que atualmente, com o objetivo de melhorar a saúde e qualidade de vida, é mais utilizada a fritura com óleos vegetais.

Receita de Batata Doce ChipsMotivos Para Deixar de Consumir Frituras – Batata Doce Chips “assada”

Alguns Motivos Para Deixar de Consumir Frituras 

  1. Estudos indicam que as frituras não são saudáveis, não só por fornecerem uma maior quantidade de gordura, muito maior do que a necessária, mas também por ser uma gordura saturada que é responsável por: aumento do colesterol LDL (o mau), doenças cardiovasculares, aumento da pressão arterial, desenvolvimento de câncer, redução do crescimento, má absorção de nutrientes, diminuição da fertilidade, acidente vascular cerebral (AVC), entre outras.
  2. Mas mesmo a fritura sendo preparada com óleos vegetais de qualidade reconhecida, ao realizar-se da forma tradicional, os óleos são transformados em gordura saturada, menos necessária na nossa alimentação.
  3. Na fritura não podemos levar unicamente em conta a boa qualidade do óleo utilizado, outros fatores são também importantes como: o tempo que o alimento ficou imerso, o tempo que o óleo está aquecido, o número de repetições ou reutilizações desse desse óleo, a temperatura do óleo na fritura….
  4. O consumo regular de alimentos fritos tais como batatas fritas, frango frito ou mandioca frita está associado a um risco aumentado de desenvolver câncer de próstata, o efeito parece ser maior para as formas mais agressivas da doença, de acordo com um estudo de cientistas do Centro Fred Hutchinson de Pesquisa sobre o Câncer, da Divisão de Ciências da Saúde Pública do Centro Hutchinson, dos EUA e publicaram suas descobertas na revista “The Prostate”.
  5. As frituras podem inibir o bom funcionamento do pâncreas, dificultando a digestão e provocando o entupimento dos vasos sanguíneos.
  6. Com o consumo contínuo de frituras alguns componentes, como os ômegas 3 e 6, protetores do sistema cardiovascular, desaparecem.
  7. Pesquisadores da The University of North Carolina at Chapel Hill, USA, acompanharam 90 mil mulheres saudáveis com idades entre 50 e 79 anos, na pós-menopausa, constataram que as que consumiam frituras e produtos industrializados em grandes quantidades corriam risco de sofrer um derrame 39% maior do que o grupo que consumia aproximadamente 3 vezes menos frituras e produtos industrializados.
  8. A fritura pode estimular o acumulo de gordura abdominal e também pode levar a um estado resistência à insulina que pode trazer sintomas como cansaço, mal estar, falta de energia, dores de cabeça, etc.
  9. Devemos nos lembrar que facilmente atingimos o excesso de gorduras saturadas se utilizarmos como alimentação habitual a comida industrializada, pois são variadas as fontes alimentares dessas gorduras, as quais a maioria de nós consome diariamente como carnes, leites, queijos, bolachas, biscoitos, produtos industrializados, sorvetes, etc. Ou seja, sem perceber consumimos muito mais do que deveríamos deste tipo de gordura.
  10. Desta forma, as frituras devem ser consumidas esporadicamente, a substituição destes tipos de gorduras por opções mais saudáveis deve ser realizada diária e continuamente, junto com a implantação de hábitos e alimentos saudáveis, para prevenção de doenças e para nosso bem estar. Vale lembrar que sem esforço as preparações de frituras são facilmente substituídas por saborosas receitas grelhadas, cozidas, ensopadas e assadas.
Como preparar uma fritura?
  1. Aconselhamos que ao preparar esporadicamente uma fritura, utilize um óleo vegetal (os mais adequados são os óleos de soja, milho ou girassol), aqueça-o no menor espaço de tempo, com a menor temperatura possível, pois quanto maior o tempo e maior a temperatura, mais alterações o óleo original sofre.
  2. Nunca reutilize o óleo da fritura na alimentação. Jamais guarde-o na própria frigideira dentro do forno para reutilizar depois. O ideal é usar o óleo, esperar esfriar, filtrar e colocar em um recipiente, como uma garrafa PET, para encaminhá-lo a um ponto de reciclagem.

Alguns Motivos Para Deixar de Consumir Frituras

Guloso & Saudável

 

Salvar

12 COMENTÁRIOS

  1. Oi Vânia:)

    Evito ao máximo os fritos por fazer tão mal à saúde – que faça uma vez por mês e ás vezes nem sempre.
    Prefiro os grelhados aos fritos e além de ser mais saudável para mim é mais saboroso.

    Adorei o post – gosto de me manter informada:)

    Beijinhos

  2. Lá em casa, as frituras estão vetadas, simplesmente porque detesto o cheiro que o óleo quente deixa na casa.

    Bom… o fato de eu não ser super fã de frituras também contribui para eu não querer fritar coisas em casa.

    O problema de eu comer pouca fritura aparece só quando vou visitar a sogra (o que, normalmente, implica passar uns dias na casa dela): o pessoal de lá aguenta comer bastante gordura e eu não dou conta de acompanhar (passo mal, fico com azia, etc.). Ainda bem que o povo lá (sogra inclusive) gosta quando eu vou para a cozinha fazer pratos diferentes dos habituais deles (com isso eu acabo cozinhando do meu jeito de sempre).

  3. Olá Vânia,
    Eu muito raramente faço fritos cá em casa, não só por motivos de saúde, mas também por causa do cheiro que detestamos.
    Beijinhos
    LIa.

  4. Olá Vânia, na verdade as frituras não fazem bem a nossa nossa saúde mesmo, mas as vezes eu não resisto… adoro uma fritura de vez em quando rsrs!
    Bjs

  5. Vânia querida que post super informativo, hoje em dia evito ao máximo consumir frituras e procuro transformar a receita que seria frita em assada. Temos que ficar sempre atentos a taxa de colesterol. Atualmente utilizo só óleo de milho, ou girassol, e nunca reutilizo o óleo. Excelente post, obrigada amiga. Beijinhos

  6. Boa tarde amiga!
    Aqui em casa quase não faço frituras, é muito difícil mesmo,
    além de deixar um cheiro horrível não me dou muito com frituras, mas de vez em quando faço batatas fritas p/ o meu filho.
    Como sempre vc nos proporcionando belas informações.

    Bjs

  7. Bom dia, Vânia!
    Também não costumo fazer fritos em casa, é pouco saudável e há tantas alternativas de preparação que deixam os alimentos tão ou mais saborosos…
    Obrigada pela sensibilização!
    Beijinhos e bom fim de semana!
    Paula

  8. Querida amiga,

    Eu contra mim falo, adoro comida frita (peixe, carne, legumes) e confesso que de vez em quando fazemos. Duas vezes por semana talvez, porque são refeições super práticas para os almoços da filhota que vai comer a casa e ela própria os faz ! 🙂
    Mas sei bem que os devemos consumir com muitissima moderação !
    Adorei mais este artigo, sempre a aprender ! 😉

    Beijinhos

  9. Eu também, estou começando a cozinhar agora e fico muito perdida, sempre quando penso em fazer alguma coisa, esta é sempre frita! Gostaria de saber fazer receitas saborosas e saudáveis, mas está difícil. Este blog é maravilhoso e irá me ensinar bastante. Santa internet!

    • Olá André,
      Aqui em casa faz anos que não praticamos nenhum tipo de fritura, nem utilizamos outros óleos, unicamente utilizamos azeite de oliva.
      Mas considero um exagero dizer-se que são venenos, recomendamos que se informe adequadamente…
      Abraço,
      Vânia

Deixe uma resposta