Sabia que os transgênicos já estão nas nossas mesas?

Transgênico é qualquer organismo vivo que foi geneticamente modificado (OGM – Organismo Geneticamente Modificado) em laboratório para alterar alguma característica. Saiba mais lendo o artigo Os Transgênicos Já Estão nas Nossas Mesas?

Na União Europeia todos os legumes, frutas e verduras transgênicos são proibidos para consumo (exceto um tipo de batata, que recentemente foi autorizado, pela Comissão Europeia, a ser desenvolvido e comercializado).

Nos Estados Unidos, eles são liberados e não necessitam da rotulação obrigatória.

No Brasil  a lei obriga a  ter o T no rótulo e a ter especificado o gemem.

Outras informações: Entenda mais sobre os Alimentos Transgênicos

Os Transgênicos Já Estão nas Nossas Mesas?
Os Transgênicos Já Estão nas Nossas Mesas?

Os Transgênicos Já Estão nas Nossas Mesas?

Segundo a própria Monsanto, mais de 2 bilhões de pessoas no mundo inteiro já consomem alimentos transgênicos desde o ano 2000, mas ainda não se sabe muito bem qual a distribuição deles pelo mundo. O que se sabe é que eles já entraram no Brasil há alguns anos.

Foi publicado recentemente que pela primeira vez, os transgênicos ocupam mais de 50% da área plantada no Brasil.

Até aqui parece tudo certo mas…  a polêmica começa quando entidades importantes como o Greenpeace e o Instituto Akatu, bem reconhecidos por defenderem o nosso meio ambiente, levantaram as seguintes  questões e que estão sem respostas:

  • Alterar um gene da planta pode refletir não só naquela planta, pode acontecer o imprevisto...
  • Como serão as futuras gerações dos transgênicos e que problemas genéticos irreversíveis nos trarão?
    Uma pesquisa do Centro de Ecologia e Hidrologia do Reino Unido já mostrou, por exemplo, que onde existe a produção das plantas transgênicas nascem menos plantas naturais, há menos abelhas e borboletas. Sinal nada bom para o meio ambiente.
  • Plantas “super-resistentes”, não geram pragas “super-resistentes”?
    Plantas transgênicas que resistentes a pragas podem ser gatilho para pragas mais resistentes que sobrevivam e gerem outras mais fortes ainda, exigindo megadoses de agrotóxicos.
  • Os transgênicos causam alergias? 
    O Instituto Akatu afirma que já existem estudos internacionais sobre as novas alergias que começaram a aparecer por causa do consumo de alimentos transgênicos;
  • O uso de transgênicos por enquanto não diminuiu o consumo de agrotóxicos.
10 Produtos que já estão aprovados para ser consumidos
Milho
  • Cerca de 85% do milho produzido nos Estados Unidos e no Brasil são variedades transgênica.
  • Já foram autorizadas pelo CTNBio, órgão do Ministério da Ciência e Tecnologia que aprova os pedidos de comercialização de OGMs 18 variantes de milho geneticamente modificado.
  • São de origem transgênica o milho de espiga, dos flocos e o milho em lata que você encontra nos supermercados. Também os vários subprodutos como amido de milho, glucose de milho usados em alimentos processados como: salgadinhos, bolos, doces, biscoitos e sobremesas, o que obrigam o fabricante a rotular o produto com o T.
Óleos de cozinha
  • Os campeões dos organismos geneticamente modificados são a soja, o milho e o algodão, entende-se que no refino o DNA transgênico é destruído no refino.
  • Estes óleos são comercializado no Brasil e UE em embalagens rotuladas.
Soja
  • No Brasil, a soja transgênica ocupa quase um terço de toda a área dedicada à agricultura.
  • A soja transgênica é principalmente matéria prima para ração animal, no consumo humano é utilizado principalmente como óleo.
  • Mas há ainda o leite de soja, tofu, bebidas de frutas e soja e a pasta misso, todos podem ter proteínas transgênicas.
Mamão Papaya
  • Esta variedade não é vendida no Brasil nem na UE, é produzida no Havaí, Flórida e Califórnia e é vendida nos Estados Unidos e Canadá.
Queijo
  • Tradicionalmente a quirosina, uma enzima utilizada na coagulação do leite era extraída do estomago de cabritos, hoje é utilizada uma enzima que é pioneira entre os produtos gerados OGMs e está no mercado desde 1990.
  • Mas a enzima é eliminada do produto final, assim o queijo não possui a rotulagem obrigatória.
Pão, bolos e biscoitos
  • Os cereais tradicionais trigo e centeio, continuam sendo plantados de forma convencional e não há variedades geneticamente modificadas em vista.
  • Mas vários ingredientes usados em pão e bolos vêm da soja, como farinha, óleo e lecitina. Outros componentes podem derivar de milho transgênico, como glucose e amido de milho.
  • Ainda temos aditivos que podem ter-se originado de micro-organismos modificados, como ácido ascórbico, enzimas e glutamato.
  • Se tiver mais de 1% de elemento transgênico no produto final tem que ser rotulado.
Abobrinha
  • São plantadas e comercializadas nos Estados Unidos e Canada.
  • Não são vendidas no Brasil e EU.
Arroz
  • Embora haja estudos de cientistas suíços e alemães, também testes em andamento não existe ainda previsão de inicio de plantio.
Feijão
  • Desenvolvido por uma instituição brasileira e preveem o plantio em 2014.
Salmão
  • Foi já aprovado no final de dezembro passado, pela agência que zela pela segurança alimentar nos Estados Unidos, a Food and Drug Administration (FDA) esperam começar a ser comercializado em 2014.

Os Transgênicos Já Estão nas Nossas Mesas?

Guloso & Saudável

Salvar

Salvar

POSTS RELACIONADOS

11 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia Vania…

    Como sempre um excelente post com imensa informaçao!!! Que maravilha!!!

    beijocAS

    Margarida

  2. Boas informações Vânia, minha alegria foi saber que a minha amada e idolatrada salve salve abobrinha não são vendidas no Brasil. Hehe. Bjos um ótimo dia amiga

  3. Yo pienso que en todos los productos que llevan transgénicos nos deberían de poner aviso en una nota bien grande y no chiquitita como suelen hacerlo, besos
    Sofía

  4. Olá Vânia querida,
    Sinceramente, desde que não introduzam organismos estranhos nos alimentos, não tenho nada contra variedades que são cruzadas e modificadas para serem melhoradas.
    Beijinhos,
    Lia.

  5. Querida Vânia,
    obrigada pelas informações que são preciosas e esclarecedoras!
    Gostei muito da postagem, valeu!

    Beijos ♥

  6. Vânia, acho muito bacana a consciência do Guloso e Saudável em publicar não só receitas mas todos os assuntos que envolvem alimentação. Na minha opinião, a raça humana há muitos mas muitos anos mesmo modifica a natureza. Não só alimentos como curso de rios, lagos, represa, ar, animais, plantas… Não tenho mais a ilusão de comer frutas e legumes 100% naturais. A variedade de cores e tamanhos de uma mesma fruta ou legume me faz refletir muito sobre as experiências em laboratórios. Certa vez tive uma enfermidade e a nutricionista me orientou a não comer a casca dos alimentos por concentrar agrotóxicos. E por aí vai… Beijos, Paula

  7. Obrigada por mais estes alertas, Vânia, desconhecia algumas das informações aí referidas e confesso que há cruzamentos que fazem que me assustam um pouco… enfim, é a evolução ! 🙂

    Beijinhos

  8. La verdad que da un poco de “cosa” esodecomer productos modificados genéticamente, imagino que no será perjudicial para la salud…de lo contrario estamos sentenciados.

    Gracias por la información.

    Besossss

Deixe uma resposta