Por que se preocupar com o desperdício de alimentos?

Para a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), a redução do desperdício de alimentos é uma solução para o problema da oferta de comida. Para saber mais continua a ler o artigo Desperdício de Alimentos: O Problema que Podemos Evitar!

As principais causas desse prejuízo são os maus hábitos alimentares e o gerenciamento inadequado dos alimentos, desde o plantio até a chegada do produto à mesa do consumidor.

A realidade é que o mundo evoluiu muito na produção de alimentos. Vivemos hoje numa fase de abundância. Nunca produzimos tanto e em relação aos anos 60 a produção alimentar triplicou enquanto que o crescimento populacional duplicou.

Desperdício de Alimentos: O Problema que Podemos Evitar Desperdício de Alimentos: O Problema que Podemos Evitar

O desperdício de alimentos e a fome no mundo

  • Estudo da FAO diz que mais de 870 milhões de pessoas passam fome enquanto que 1 milhão e 300 mil toneladas de alimentos são desperdiçadas anualmente no mundo. Alimentos esses que poderiam minimizar, em parte, a fome dessas milhões de pessoas, vai parar no lixo.
  • Segundo a Comissão Europeia, na Europa são jogadas fora 89 milhões de toneladas de alimentos em boas condições, o que representa 179 quilos por habitante por ano. Acredita-se que se o estudo fosse mais minucioso e incluísse toda a cadeia agroalimentar, as perdas chegariam a 50% do produzido de alimentos saudáveis e comestíveis! Então, nesse momento vem a a dúvida: os alimentos foram criados para serem comidos ou para serem jogados no lixo?
O problema no Brasil
  • No Brasil, investiu-se maciçamente em tecnologia e atualmente está entre os 10 maiores produtores de alimentos no mundo, estando entre o grupo dos mais competitivos, mas ainda não é o suficiente para acabar com um problema básico: o desperdício de alimentos ao longo da cadeia de produção.
  • O Brasil está entre os países que mais desperdiçam comida no mundo. Estamos falando de cerca de 10 milhões de toneladas de alimentos jogados fora ou aproximadamente 35% de toda a produção agrícola vai para o lixo! Infelizmente esse alimentos desperdiçados não estão na mesa dos 30 milhões de brasileiros que vivem abaixo da linha da pobreza. Com base em estudos do Serviço Social do Comércio (SESC), R$12 bilhões em alimentos são jogados fora diariamente, uma quantidade suficiente para garantir café da manhã, almoço e jantar para 39 milhões de pessoas!
O desperdício em casa
  • Como se não fosse o suficiente todo o desperdício existente desde a produção até alcançar o consumidor, esse  muito frequentemente repete-se na casa das pessoas.
  • Segundo estudos do Instituto Akatu, ONG dedicada à disseminação do consumo consciente, cada família brasileira desperdiça, em média, 20% dos alimentos que compra no período de uma semana. Isso, em números, representa US$1 bilhão, dinheiro suficiente para alimentar 500 mil famílias. Não só temos a perda de alimentos que estragam-se como também o prejuízo financeiro.
Evitando o Desperdício:
  • Para minimizar o desperdício deveríamos começar por planejar as compras levando em conta, por exemplo, quantas pessoas consomem um determinado produto e se todas as unidades do produto serão consumidas dentro do prazo de validade.
  • Não compre só por estar barato! Por exemplo, se apenas uma pessoa gosta de abacate em sua casa, então não adianta comprar para toda a família.
  • Tente aproveitar (quase) tudo. Muitas vezes as próprias cascas e talos dos alimentos costumam ter mais nutrientes do que as polpas e folhas.
  • Muitas pessoas não gostam de comer a refeição do dia anterior que foi preparada em excesso. Podemos perfeitamente evitar esse tipo de desperdício agregando novos ingredientes, preparando como um prato de forno, entre várias outras alternativas. Na realidade, existem tantas possibilidades que deixamos a seguir uma lista com exemplos de receitas feitas preparadas com o objetivo de minimizar o desperdício!
O pão ficou duro e ninguém mais o quer?
Preparou arroz a mais do que o necessário e não sabe o que fazer?
As frutas ficaram esquecidas na cozinha e passaram um pouco do ponto ideal?
O que fazer com sobras de carne?
E com os restos de bacalhau, dá para fazer alguma coisa?

Desperdício de Alimentos: O Problema que Podemos Evitar

Guloso & Saudável

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

21 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia! Concordo inteiramente contigo. Eu também tento sempre fazer compras inteligentes e reaproveitar os alimentos excedentários… Há sempre espaço para a criatividade!…
    Obrigada por chamar a atenção para o problema!
    Beijinhos
    Paula

  2. Vânia,
    você faz bem em comentar sobre isso. Detesto estragar alimentos, faço um planejamento para a semana dos pratos que vou fazer para comprar somente o necessário. Mas ainda assim, ontem joguei fora uma porção de feijão que estragou na geladeira (não guardei no congelador achando que ia usar rapidamente, mas não pue), o que me deixou muito chateada.
    Este assunto deveria ser mais comentado para ser uma rotina na vida das pessoas.
    Obrigada pela partilha.
    Beijos

  3. Bom dia Vânia,

    Excelente tema.

    Cá em casa aproveitamos ao máximo as sobras. Tentamos cada vez mais ter menos desperdícios. Na altura das compras é só o necessário para a refeição e o suficiente por pessoa.

    Nos jantares entre amigos e família não faço em excesso para ter mesa “cheia” , detesto quando tenho sobras em excesso …

    Até breve
    Paula

  4. relamente vc disse tudo vania aqui em casa eu reproveito tudo até mesmo um caldo de carne vira sopas e caldos maravilhosos e temperos para uma proxima carne amei suas dicas bjão

  5. Querida Vânia,
    infelizmente tantas pessoas morrem de fome neste mundo com tantos desperdícios, e no Brasil há tanta fartura de alimentos pena que vão p/ o lixo, é muito triste tudo isso.
    Gostei das suas dicas de reaproveitamento, postagem nota 10!

    Beijinhos, fica com Deus!

  6. Olá Vânia, que excelente post, detalhado e muito importante nos dias de hoje. Não dá pra desperdiçar, aproveito quase tudo e evito jogar comida fora. Faço o suficiente pra não ter muitas sobras. Adorei. Bjocas

  7. Vãnia, obrigada por partilhar esse post conosco, as pessoas deveriam ter mais consciência, em casa tento não desperdiçar nada, tudo que é possível reaproveito.
    Pena que nem todos pensem assim.
    Beijinhos

  8. Vania minha querida, excelente este seu post, sem duvida alguma, aqui em casa tudo se transforma nada se deita fora (embora claro que nós temos as galinhas, patos, coelhos, cabrinhas, porco etc… a quem tb damos restos de comida e as partes dos vegetais que nao aproveitamos)! Ainda hoje a janta aqui foram restos de varias coisas, nada de deitar fora,nao se pode, Portugal esta a passar por uma crise enorme!!!

    Beijocas

    Margarida

  9. Olá Vânia!

    Gostei muito deste post.
    Excelentes sugestões para acabar com o desperdício alimentar. Cá em casa nunca deitamos fora nada. Tudo é reaproveitado.
    Com tanta fome no mundo e tanta pobreza é um crime deitar comida fora.

    Excelente post.

    Beijinhos doces;

    Aurea Sá

  10. Vânia, minha amiga…

    Que artigo excelente, nunca é demais chamar-se à atenção para tanta comida que se desperdiça quando tantas pessoas dariam tudo para a aproveitar… e contra mim falo, tento não desperdiçar mas por vezes acontece e fico com um sentimento de culpa tão grande… nem imagina ! 🙁

    Adorei o artigo, Vânia, cada vez mais é necessário sensibilizar as pessoas para a fome no Mundo e para se ter mais cuidados na compra e confecção dos alimentos que devem ser respeitados ! 🙂

    Beijinhos grandes

  11. Fantástico post amiga. Sabes que aqui no Reino Unido também há essa preocupação, pois é enorme o desperdício que por aqui se faz.
    Há que combater esse problema, mais que não seja, pelas pessoas que morrem de fome.
    Beijocas,
    Lia.

  12. Adorei teu recanto, estou precisando mesmo de dicas de alimentação e este teu site vai me inspirar em um blogue de acompanhamento de minha reeducação alimentar. Parabéns e sucesso!

  13. Voltei recentemente de um CRUZEIRO, nada me assustou tanto como o desperdício de alimentos. A maioria comia com os olhos, enchiam seus pratos de tudo que se oferecia e so comia a terça parte daquilo que se serviu. Tudo para o lixo. Aquilo me angustiava pois sei que há muita fome no mundo. Observei um funcionário que recolhia os detritos alimentares ( era um homem miúdo, pálido e olhar triste ) e mais triste ficava qdo recolhia aqueles restos de alimento que iriam para o lixo e imagino o que poderia passar naquela cabeça de um homem humilde. É necessário haver mais conscientização.

Deixe uma resposta