Quando alimentos ricos em gorduras podem ser aliados para a saúde!

Acredito que muitos de vocês devem ter se deparado essa semana com a capa de uma revista de grande circulação em que trata desse tema. Para os que não viram, a capa sugere que alimentos como azeites, castanhas, chocolates, além de serem “liberados”, são alimentos saudáveis.

Na verdade, não posso falar muita coisa sobre a reportagem porque, enfim, não tive ainda a oportunidade de lê-la. Mas, o que posso falar é que, na realidade, não há nenhuma grande novidade nessa informação.

Receita de Arroz com Nozes e Castanhas Arroz com Nozes e Castanhas

O que me preocupa quanto a capa da revista é que, pode até ter sido esclarecido ao longo da reportagem que esses alimentos podem ser considerados saudáveis variando de acordo com a quantidade consumida, mas as pessoas que, assim como eu, só viram a capa, ficam com uma impressão diferente.

Todos os alimentos citados que estavam na capa podem, sim, serem considerados alimentos saudáveis. Mas, como já disse, vai variar de acordo com a quantidade consumida diariamente por elas.

Azeite de oliva

Por exemplo, o azeite, é bom para diminuir o colesterol LDL (o mau) devido a sua quantidade de gordura monoinsaturada. Esse fator reduz o risco de enfarto ou AVC uma vez que o consumo regular do azeite de oliva reduz a formação de placas de ateroma nas paredes dos vasos sanguíneos.

Também, pesquisas apontaram que o consumo de azeite ajuda a evitar até mesmo doenças como câncer, devido a reduzir a formação de radicais livres. Mas, claro, isso não quer dizer que por conta de todos esses benefícios se deve exagerar nas quantidades consumidas de azeite, o consumo máximo de azeite de oliva recomendado é equivalente em média duas colheres de sopa por dia.

Chocolate amargo

Assim também como o chocolate, por exemplo. Muitas e muitas reportagens na televisão já apontaram que consumir chocolate faz bem a saúde. Mas muitas se esquecem de mencionar que o chocolate que faz bem a saúde não são esses que se encontram mais facilmente, mas sim o que possuem uma quantidade relativamente considerável de cacau, acima de 50%. E mais: o aconselhável a se consumir por dia são somente 50 gramas, segundo a Organização Mundial de Saúde. Ou seja, não é como muitos dizem que “pode se comer sem culpa”.

Receita de Fondant de Chocolate com Nozes

Receita: Fondant de Chocolate com Nozes

Castanhas

Assim também com as castanhas. Aconselha-se a consumir no máximo 30 gramas diárias de castanhas ou outra oleoginosa. O que estou a dizer é que, sim, são todos alimentos que trazem grandes benefícios a saúde, mas que não é por isso que se deve exagerar no consumo deles. Devem ser respeitadas as quantidades aconselhadas pelos especialistas para que esses alimentos possam trazer-lhe benefícios, caso contrário eles podem trazer exatamente o oposto.

Ou seja, todos esses alimentos possuem gorduras boas que podem beneficiar a sua saúde, mas não se pode esquecer que devem ser consumidos em quantidades moderadas, caso contrário podem se tornar verdadeiros vilões. Por isso, atenção para as quantidades, ein?

Outros artigos que podem interessar:
Tipos de Gorduras e os Efeitos sobre o Organismo
Dicas de como Deixar a sua Comida mais Magra!
Chocolate amargo: o aliado para uma vida saudável.

 

Alimentos Ricos em Gorduras São Aliados para a Saúde?

Guloso & Saudável

 

 

Você também vai gostar de: