Sabe a diferença entre o sal e o Sódio dos rótulos?

O sal de cozinha tem por base o sal químico de nome cloreto de Sódio (NaCl), que é formado por 60% de Cloro (Cl) e 40% de Sódio (Na), embora também tenha pequenos percentuais de iodeto de potássio, ferrocianeto de sódio e alumínio silicato de sódio.

A importância do Sódio na nossa alimentação está associada às funções vitais no organismo humano, como a regulação do volume plasmático, a condução dos impulsos nervosos e à contração muscular. Como qualquer outro alimento, ele precisa ser ingerido na quantidade adequada para produzir benefícios e afastar os riscos ligados ao seu consumo excessivo ou insuficiente.

Dicas para Diminuir o Sal

A fonte primária de Sódio é o sal de cozinha. Através dos tempos, temos vindo a aumentar o consumo do sal devido aos alimentos industrializados e também pelo aumento desnecessário do tamanho das porções.

Alguns povos, como os índios yanomami, que não colocam sal na comida, não têm pressão alta. O consumo atual chega a atingir entre 10 a 15 gramas por dia, estando interligado à hipertensão, cardiopatias, entre outras doenças.

A Organização Mundial de Saúde OMS recomenda como consumo máximo 1 colher de chá de sal equivalente a 6 gramas por dia ou 2,4 gramas como Sódio.

Para mais informação leia tambémSal na Alimentação: Incompreendido ou Inimigo para uma Vida Saudável?“.

10 Dicas para Diminuir o Sal nas Refeições

1. Ao comprar o sal marque a data da compra e a previsão da data do termino.
  • Exemplo: comprou 1 kg de sal e são 4 pessoas em casa, se cada pessoa consumir 6 gramas por dia deve durar 40 dias aproximadamente.
2. Cozinhe com muito pouco ou sem sal.
  • Abuse de outros temperos, o mais indicado é cozinhar sem sal e salgar depois de cozido, mas para se adaptar à nova realidade diminua o sal pela metade, em pouco tempo não notará a falta e sentirá o sabor dos outros ingredientes;
3. Evite exagero na utilização do sal
  • Tempere com a ponta dos dedos, ou com colher de chá, sabendo que uma colher de chá é o que uma pessoa deve consumir de sal em 1 dia, também prove sempre a comida antes de salgá-la;
4. Evite comer grandes quantidades enlatados
5. Aproveite para ser mais criativa e crie seus próprios molhos
6. Existem muitas opções para beliscar
7. Evite alimentos enlatados e salgadinhos de compra
8. Para a comida ter sabor, não é preciso se concentrar apenas no sal
  • Muitos temperos podem dar conta do recado, trazendo benefícios para o nosso organismo, como o azeite, a laranja, o alho, a cebola, o cheiro-verde, as pimentas, o cominho, o manjericão, o açafrão, o colorau (urucum) o orégano, o tomilho, a canela e tantos outros.
9. Evite  refrigerantes
10.  Não esqueça, consuma 2 a 3 litros de água por dia.

 

10 Dicas para Diminuir o Sal nas Refeições

Guloso & Saudável

20 COMENTÁRIOS

  1. Temos mesmo de mudar os nossos hábitos em relação ao sal, que tanto mal nos faz. Eu sou moderada e estou a utilizar muito as ervas aromáticas para o substituir. Obrigada pelas dicas Vânia

    beijos!

  2. Eu estou sempre a tentar cortar, mas depois o marido e o filho dizem que não sabe bem e vão buscar o sal fino… e eu sempre a “chatear” que o sal faz mal.
    Bjs

  3. Vânia, bom dia! já reduzi muito o sal na nossa comida, uso e abuso dos temperos e a comida não deixa nada a desejar.
    Ontem fiz o seu rolinho de berinjela com ricota e tomate seco, ficou espetacular. bjs
    Ana Claudia na Cozinha

  4. Na hora que li “tempere com a ponta dos dedos”, eu juro, senti que estavas puxando a minha orelha.. hahaha eu tenho um gene a mais quando o assunto é sal.. meu deus.. vou emoldurar suas dicas para nunca esquecer que posso morrer hipertensa logo logo.. rsrsrs =)

  5. Vânia, aqui em casa o sal é usado com muito cuidado. Meu marido é hipertenso e controlo o sal em todas as refeições.
    Já há algum tempo, preparo o sal que uso com temperos frescos ou secos. Esta dica recebi do cardiologista, ele disse que quando o sal é temperado usamos em menor quantidade. Está dando certo, agora o sal que eu usava em um mês demora em média 45 dias para acabar.
    Gostei das sugestões.
    Um beijo

  6. Olá Vânia,
    Em primeiro lugar quero agradecer e felicitar pelo excelente post. Além de alertar para os perigos do sal, as alternativas são excelentes ideias :)
    Eu consumo muito pouco sal. Não coloco em alguns alimentos, habituei-me a comer simples (como o ovo estrelado e as batatas fritas- mas é raro fazer) e no resto da comida coloco sempre a menos e completo com os outros temperos que fazem bem à saúde, as ervas aromáticas, o limão, o azeite, etc.
    Já nos enlatados prefiro os que estão conservados ao natural, como o atum, tem menos sal…
    Obrigada pela partilha querida, é sempre um prazer vir aqui :)
    Beijinho

  7. Querida Vânia,
    parabéns pelo post, muito esclarecedor!
    Aqui em casa 1kg de sal dura 3 meses ou mais, acho que a minha comida é meio doce, rsrs, uso muito as ervas p/ dar sabor ao prato o sal ajuda mas as ervas deixa com sabor e aroma. Os índios demoram envelhecer porque eles não comem sal e não tem pressão alta.
    Há um tempo atrás eu coloquei no meu blog que eu lavo as azeitosas, alcaparras e tudo que contém sal, fui criticada, alguém disse que tira o gosto e que isso não se faz, lógico que eu lavo, detesto coisa salgada, odeio biscoitos industrializados, compro muitos molhos prontos mas uso várias vezes não os coloco de uma só vez no prato e acrescento água p/ tirar um pouco do sal.
    Adorei seu post, este blog é guloso e saudável mesmo!

    bjs ♥

  8. Vânia,
    Parabéns pelo excelente post. Você está sempre nos alertando e mostrando outras alternativas para uma vida saudável e prazeirosa. Beijos da Gina

  9. Vânia querida, excelente seu post, graças a Deus aqui em casa somos habituados a pouco sal e muitas ervas, gosto de uma comida muito bem temperada, e muito sal não há necessidade para ficar saborosa. Algumas das suas dicas já sou acostumada, mas tem outras que vou levar comigo no meu dia a dia. Adorei. Bjocas

  10. Olá Vânia. Ótimo post este seu. Temos que nos policiar mesmo, porque, muitos produtos industrializados possuem alto teor de sódio. Temos que moderar no sal em casa, mas também ficar de olho nas embalagens dos produtos.

    Um abraço, Fabiana.

  11. eu tenho uma resistência baixa a sal (qualquer pitada a mais me faz ter a sensação de que a comida está extremamente salgada).

    quando eu vou visitar minha sogra (que é do interior e tem uma mão bem pesada no sal), eu tenho um problema enorme pra comer

    invariavelmente eu acabo me oferecendo para fazer algumas comidas na casa dela (ela gosta que outras pessoas assumam o fogão e eu faço a comida mais próxima do que eu gosto – mas tentando um meio termo entre o que eu gosto e o que o pessoal de lá está acostumado)

  12. Olá Vânia,

    Aqui está uma publicação extremamente útil e, se muitos destes conselhos até já são do nosso conhecimento, outros não, por isso mesmo vale sempre a pena ficar a conhecer e relembrar os que já conhecemos.
    O sal é de facto algo que, por vezes, se usa sem grande cuidado e nem nos passa pela cabeça o quão nocivo isso é.
    Excelente publicação Vânia, beijinhos,

  13. gostaria de receber receitas para um paciente com insuficiencia renal cronica,,, faço sempre a mesma comida pois nao entendi como posso fazer pratos variados para ele podem me ajudar??? desde ja obrigado.

    • Bom dia Rosemary,
      Lamentavelmente não podemos determinar uma receita como adequada a um paciente renal, pois a dieta varia de paciente para paciente, mas, todas as nossas receitas possuem nos valores nutricionais as determinações dos íons necessários para auxiliar na sua análise, eles são: Sódio, Potássio, Cálcio, Fósforo.
      Abraço,
      Vânia

Deixe o seu comentário!